UPTEC

Notícias

All in Surf/Bio Boards conquista 3º lugar em iniciativa da Agência Espacial Europeia

Publicada há , em Empresas UPTEC. Comentar (0).

All in Surf/Bio Boards conquista 3º lugar em iniciativa da Agência Espacial Europeia

Foto: Ricardo Marques, co-fundador da BioBoards, a receber o 3º prémio do Space Moves!

A All in Surf/Bio Boards conquistou o 3º lugar na competição Space Moves!, iniciativa organizada pela Agência Espacial Europeia, nos dias 18 e 19 de setembro, em Berlim. O concurso distinguiu as melhores ideias de negócio e tecnologias com maturidade e potencial para vingarem em contexto empresarial.

A Agência Espacial Europeia (ESA) identificou o potencial tecnológico do projeto para integração em contexto espacial, visto ser um sistema que permite a relativização de medidas georreferenciadas para medidas ajustadas ao ambiente aquático. Esta distinção valeu a Márcio Borgonovo dos Santos, investigador do Laboratório de Biomecânica do Porto – LABIOMEP e co-fundador da All in Surf/Bio Boards, a atribuição da bolsa “Jovem Investigador no Espaço” da ESA que levou o projeto ao Space Moves!. 

O projeto AllinSurf/BioBoards tem como principal objetivo a obtenção de informações analíticas sobre o desempenho de um atleta a surfar. O sistema, concebido para integrar pranchas de surf, faz a recolha de dados através de múltiplos sensores, possibilitando a monitorização e análise dos movimentos da prancha de surf. O sistema permite, assim, identificar e atuar sobre fatores de aprendizagem, melhoria de desempenho, apoio nas decisões em competições, bem como em situações de gamefication e partilha de informações nas redes sociais.

A All in Surf/BioBoards, startup incubada no UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, resultou de um projeto de investigação sobre a Biomecânica do Surf no Centro de Investigação Formação Inovação e Intervenção em Desporto - CIFI2D, da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto - FADEUP.

O projeto All in Surf, que começou no âmbito da investigação, acabou por fundir-se com a startup BioBoards. Desde então, já passou por programas de aceleração como a Escola de Startups do UPTEC (2015), o InRes da Carnegie Mellon Portugal, em Pittsburgh e Silicon Valley(2016) e o Lead Sports Accelerator Program, em Berlim (2017).

Comentar

Subscrição adicionada.